Sexta-feira, 11 de Julho de 2014

O ''pacotão'' da Meo...

 

 

Aqui há uns 2 meses atrás, em virtude de o meu irmão estar a pensar aderir ao pacote Meo4o, estava eu, dando algum bom uso à internet, a pesquisar sobre as vantagens e desvantagens em aderir a esse pacote, quando descobri, entre muitos outros, um artigo com um nome, no mínimo, curioso : ''10 respostas sobre o pacotão da Meo''.
Epa, ainda nesse mesmo dia, em conversa com alguém, comentei algo que pensei no preciso momento em que li o título do artigo. ''Quantas pessoas serão induzidas em erro ao pesquisar e a encontrarem na sua pesquisa um resultado daqueles?''
me algo do tipo : '' Todos os homens seriam induzidos em erro! A publicitária da Meo é mulher, sabe que os homens aderem a tudo com mensagens subliminares sobre sexo''.

E é bem capaz de ter razão, afinal de contas, homem que é homem, e gosta de tecnologia, gosta de ver um bom ''pacote''. Pensando bem, isto nem é tanto assim uma questão masculina, pois, se não estou em erro, e se estiver podem sempre corrigir-me, as mulheres também apreciam um pacote bem feitinho.
Mas vamos lá pensar um bocadinho naquilo que se procura num pacote para o considerar um bom pacote, o verdadeiro ''pacotão'' que agrada praticamente a gregos e troianos.
Antes de mais, porque meter as mãos num pacote devia ser uma coisa liberal, um bocado à vontade das necessidades do cliente, devia haver pacotes dos quais se pudesse usufruir sem ter um compromisso de fidelização. Parecendo que não, porque as coisas mudam, o pacote que ontem nos satisfazia pode muito bem não ser o pacote que nós amanhã queremos usar. Há pacotes que perdem vantagens com o passar do tempo, tornando-se menos atractivos. É uma vida cruel, onde o aparecimento de novos pacotes, mais vistosos, capazes de nos fazer saltar os olhos das órbitas, relega para segundo plano os pacotes que em tempos todos achámos muito sexys. C'est la vie!

 

 


Qual é o melhor pacote, o pacote firme e compacto ou o pacote flexível e alargado? Bem, isso depende um bocado dos gostos de cada um, ''né'' ? No Brasil, por exemplo, a malta delira com os grandes pacotes...da Oi e da Claro internet. Especialmente no Carnaval é possível perceber a satisfação geral que pode trazer a existência de tais pacotes no Sambódromo.
Em África, como seria de esperar num continente onde ainda se crê que as big girls são better girls e que os rapazes têm todos grandes ''brinquedos'' (obviamente que me refiro a arcos e flechas, carrinhos feitos de latas de sardinha,...), também têm um gosto particular por pacotes generosos, pacotes ao estilo ''pacote'' de elefante, daqueles que já vemos a 1km de distância.
Na Europa , por causa de várias questões culturais e estéticas, gostamos mais dos pacotes compactos e firmes, aqueles pacotes que nunca ficam descaídos, nem mesmo quando a pessoa não faz exercício... do seu direito de usufruto de tudo o que o seu pacote lhe pode oferecer de bom (internet, tv, telefone fixo e telemóvel).
Na minha intensiva procura de informação sobre pacotes, chegando mesmo a recorrer à visualização de fotos e vídeos de variados pacotes muito desejados atualmente, apercebi-me de umas coisas interessantes. No começo todos gostam do pacote que escolheram e acham-no o melhor pacote do mercado, fazendo tudo e mais alguma coisa para o realçar e promover...

No começo, na perspectiva de quem quer vender o pacote a outras pessoas, é tudo vantagens e qualidades. Até o preço é bom, com direito a descontos por escolhermos o pacote deles e não dos ''vizinhos''...
No começo, no inicio da relação, quando há ainda um fulgor próprio da novidade e um desejo quase permanente de testar ao máximo tudo o que o podemos fazer com o pacote, tudo corre suavemente, tudo é satisfação e sorrisos...
Mas, meus amigos, conforme vai passando o tempo e o pacote já não se mostra tão satisfatório e começa a dar os mais variados problemas a quem o usa, regra geral a situação termina sempre da mesma forma... Como? Fácil! A situação termina com o cliente a mandar o vendedor ou o assistente da marca a ir levar no ''pacote'' e com os tipos que deram o pacote a tentar fugir com o ''pacote'' à seringa das responsabilidades.
Enfim, cada cabeça, sua sentença...e sua preferência por este ou aquele pacote! Desde que seja um pacote asseadinho, sem cláusulas que venham manchar o encanto natural do pacote, cada um que use o seu como quiser, ''né'' ?
Em jeito de conclusão, e porque a maioria de nós gosta de finais felizes, posso informá-los de que o meu irmão, depois de muito ponderar, depois de procurar a aprovação e consentimento da minha cunhada também, optou mesmo por usar o pacotão da Meo4o e está, até hoje, bastante satisfeito. É comovente, para mim que não sou casado, perceber que os casais se modernizaram e se tornaram liberais a ponto de discutirem entre si o uso e abuso (se for muito usado) do pacote. Ainda há poucos anos atrás isso era um tema tabu, mas hoje em dia fala-se abertamente disso, incluindo mesmo os filhos e outros familiares nessas tomadas de decisão. Modernices!

 

 

 

 

segredo revelado: este post não foi escrito ao abrigo do uso do novo acordo ortográfico, mas, em compensação, foi escrito num momento em que tenho o ''pacote'' suavemente bem instalado na cadeira.
Poderia até revelar outro segredinho, mas não sei até que ponto seria estranho e muito mal interpretado e distorcido se eu dissesse que divido o uso do pacote que na verdade é do meu irmão, portanto omito essa parte, já que tenho bem noção de que nem todas as mentes são inocentes como a minha.

 

publicado por segredo_revelado às 16:33
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ''hellou''

. Ás 5 vou dar uma...volta ...

. 2016 : back to my (not so...

. O ''pacotão'' da Meo...

. ''Maizum''...

. Lá fora a chuva cai...

. Anselmo Ralph - Eu Te Ama...

. Olá 2014...

. Por aqui vai-se para a Ja...

. Solidão...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2016

. Janeiro 2016

. Julho 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds